Red RECIS

Código de cores
Current Date
Acuicultura
Economia
Ingeniería
Islandap Advanced
Exibição de lista
Segunda-feira
Terça-feira
Quarta-feira
Quinta-feira
Sexta-feira
Sábado
Domigo
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
Current Date
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Próximos eventos

A Rede de Economia Circular em Ilhas (RECIS) é uma associação sem fins lucrativos sediada na ilha de Gran Canaria, que tem por objetivo o estudo e divulgação de soluções de economia circular para os problemas de escassez de recursos e fragilidade ambiental que apresenta o desenvolvimento de territórios insulares.

Será também o motor de divulgação e promoção da Economia Circular nas ilhas e terá também a responsabilidade de garantir as boas práticas e a sustentabilidade. Esta Rede deve acomodar diferentes perfis, pois muitos dos problemas gerados requerem soluções multidisciplinares.

¿O QUE É A ECONOMIA CIRCULAR?

A economia circular é um novo modelo econômico: uma nova forma de entender a forma como produzimos e consumimos na economia. Até agora, a economia seguiu um modelo linear de acordo com o esquema: extrair recursos à produzir à consumir à jogar fora. Este esquema tem submetido o meio ambiente a pressões insustentáveis, tanto devido à exploração dos recursos naturais quanto à quantidade de resíduos que geramos. Como alternativa, o modelo de economia circular prega uma nova forma de produzir e consumir em que o uso de recursos seja minimizado e o desperdício seja transformado em novos recursos que são reaproveitados na cadeia produtiva. Isso requer uma mudança de mentalidade, repensando e redesenhando a forma como produzimos e consumimos. Os 7Rs da economia circular incluem: Repensar, Redesenhar, Reutilizar, Reparar, Remanufaturar, Reciclar e Recuperar. A existência de planos ou estratégias europeus, nacionais e regionais de economia circular mostra que a economia circular não é uma moda passageira ou uma nova forma de denominar conceitos antigos. É algo que veio para ficar e que mudará nosso modelo de desenvolvimento econômico e até mesmo nossa forma de pensar.

PERFIS DE ASSOCIAÇÃO

Perfil 1: geração de problemas (geração de resíduos, consumo de energia, entre outros)
Perfil 2: soluções circulares com empresas ou instituições que gerenciam esses recursos
Perfil 3: especialistas que fornecem suas opiniões e soluções (jurídico, gestão de logística, etc.)
Perfil 4: administração pública e podem ser uma parte importante da solução
Perfil 5: pesquisadores que poderão desenvolver novas metodologias

Tamanho importa. Para detectar problemas e propor soluções, é importante ter um tamanho suficientemente grande. Certos problemas passam despercebidos, assumindo que afetam apenas alguns. Algumas soluções estão disponíveis apenas para aplicações em grande escala. Esse salto do micro para o macro requer associação e compartilhamento de informações.

Você está interessado no RECIS se quiser começar a caminhar rumo à economia circular e não quiser fazer isso sozinho. A rede permite que você compartilhe problemas e soluções para que:

  • São identificados problemas comuns a todas as empresas do mesmo setor. Compartilhar problemas para detectar onde estão os principais pontos de interesse é a primeira etapa para abordar as soluções.
  • Ao trabalhar de forma multidisciplinar, é possível encontrar soluções onde normalmente não seriam encontradas. É possível que a solução que buscamos já esteja sendo aplicada por outras empresas ou em outros setores.
  • Ao aumentar a escala de trabalho, é possível aplicar soluções de grupo em vez de soluções individuais. As soluções comumente disponíveis para muitos problemas são projetadas para serem aplicadas em uma escala muito maior do que o tamanho das empresas nas ilhas.
  • O networking permite que as ações geradas tenham um maior impacto social. A possibilidade de comunicação e sensibilização é maior se for feito em maior escala.

As ilhas, por seu afastamento, seu pequeno tamanho e sua fragilidade ambiental, ampliam os problemas de escassez de recursos e gestão de resíduos que afetam o mundo em escala global. O tamanho menor pode impedir a aplicação de soluções pensadas para uma escala maior, o que torna necessário repensar e redimensionar as soluções possíveis. As ilhas podem ser um laboratório único para experimentar soluções locais em pequena escala.

OBJETIVOS

Entre os objetivos da rede RECIS estão:

  • Estudar formas de geração de energia a partir de fontes renováveis ​​e propor áreas de aplicação das mesmas.
  • Estudar os problemas de geração de resíduos e propor soluções de gestão baseadas nos princípios da economia circular.
  • Propor sistemas de gestão empresarial que minimizem tanto o uso de recursos quanto a geração de resíduos, e que gerem impactos positivos no meio ambiente próximo.
  • Promover o associativismo e o trabalho em rede para o estudo e desenvolvimento de iniciativas baseadas na economia circular.
  • Gerar e divulgar conhecimentos sobre as melhores experiências práticas da economia circular através da publicação de artigos, relatórios, guias de boas práticas, etc.
  • Disseminar os princípios da economia circular através da organização e participação em cursos, fóruns, eventos, conferências, congressos, etc.
  • Promover o desenvolvimento da investigação básica e aplicada em economia circular, bioeconomia e ecodesign para a solução de problemas específicos em áreas de especial relevância para o desenvolvimento dos territórios insulares.
  • Criar e desenvolver uma rede de trabalho multidisciplinar que facilite a procura e aplicação de soluções baseadas na economia circular.
  • Qualquer outra ação que permita gerar consciência de mudanças sociais com efeitos regenerativos no meio ambiente.

Até recentemente, reduzir o consumo de recursos e a geração de resíduos era uma questão de consciência e comprometimento individual. No futuro imediato, os governos começarão a exigir a adoção de soluções baseadas na economia circular. A integração na rede RECIS permite que você comece a se adaptar a essas mudanças.

Aderir ao RECIS e compartilhar informações permitirá que você:

  1. Conhecer os problemas do setor através da troca de experiências.
  2. Conheça ideias inspiradoras e maneiras pelas quais outras pessoas já resolveram seus mesmos problemas.
  3. Encontre soluções conjuntas para problemas comuns que ainda não foram resolvidos.
  4. Acesse soluções coletivas que dificilmente seriam alcançáveis ​​em um nível individual.
  5. Contate empresas que ofereçam soluções para seus problemas.
  6. Acessar documentos, informações, guias de boas práticas e análises setoriais.
  7. Acesse especialistas que seriam difíceis para você acessar individualmente.
  8. Participar de fóruns e eventos que contribuam para gerar uma consciência de mudança social.
  9. Mantenha-se informado sobre novidades e desenvolvimentos na economia circular.

RECIS assume o seguinte compromisso com seus associados:

  1. Integrá-los na rede e dar-lhes acesso às informações (notícias, análises setoriais, estudos, documentos, etc.) geradas pela própria REDE.
  2. Integre-os em uma lista de distribuição para mantê-los informados das novidades, atividades ou resultados da REDE.
  3. Gerencie todas as informações fornecidas de forma confidencial. Os resultados das análises e estudos serão sempre divulgados de forma agregada, sem nunca identificar uma empresa específica (a menos que, expressamente, deseje ser divulgada).
  4. Convide a participação em todas as conferências setoriais ou gerais, eventos e reuniões sobre economia circular organizadas pelo RECIS.
  5. Facilitar o acesso aos contatos através da rede e a busca de especialistas entre os membros da rede ou de outras redes semelhantes.

¡UNETE A NUESTRA RED RECIS!

Únete a una red de trabajo multidisciplinar para el estudio y difusión de soluciones de economía circular a los problemas de escasez de recursos y fragilidad medioambiental que presenta el desarrollo de los territorios insulares.